A crise desencadeada pela epidemia de Covid-19 só agravou a situação.

Grupo Renault – Transição

2019 foi um ano de grande transição para o Grupo Renault e pretendemos
continuar no caminho certo. Nós tiramos um tempo para pensar e reorientar para
enfrentar os desafios de um setor de mobilidade que está em mudança. Nós
temos que conduzir esta transição por um terreno difícil. Incertezas econômicas
e regulatórias, juntamente com os mercados voláteis, nos levaram a rever
nossos objetivos de forma medida e responsável. Hoje, o crescimento esperado no qual baseamos nosso modelo não se
concretizou. Por isso a necessidade de reconstruir as bases da nossa
competitividade e desempenho. Como o Grupo Renault planeja lidar com esses
desafios?
2020 foi um ano decisivo para o Grupo. Procuramos eficiência em todos os
lugares, em todas as operações e regiões. A Aliança é um ativo essencial para
nossa competitividade e desempenho. Nosso compromisso com a nova
estrutura operacional com a Nissan e a Mitsubishi Motors significa que podemos
obter o melhor de cada um, para o benefício de todos.
Também trabalhamos há vários meses em um plano de economia que é vital
para a sustentabilidade do Grupo Renault. Nosso objetivo é uma redução de € 2
bilhões em nossos custos fixos em três anos.
Nosso negócio depende da eficiência operacional do Grupo: simplificação de
processos, maior padronização dos componentes que entram nos veículos e
uma readequação da nossa atual capacidade industrial superdimensionadas. https://www.bariguiseminovos.com.br/curitiba-e-regiao/renault

Leave a Reply

Your email address will not be published.