O zero na embalagem vale muito?!

10473506_745579338856650_8278989405635943865_n

 

Por Bioporã

Artificialidade tornou-se uma característica marcante dos alimentos industrializados.

Para padronizar, prolongar a validade, realçar e agregar características desejáveis aos alimentos ou mesmo mascarar aquelas indesejáveis, a indústria alimentícia utiliza recursos como aditivos artificiais, adoçantes e até os chamados “coadjuvantes de tecnologia”.

Por isso o ZERO vale muito.

Longe de ser coisa de natureba ou pessoas com dietas restritivas, o ZERO pode indicar ausência de aditivos e outros ingredientes artificiais e refinados, como o açúcar.

Mas, atenção, o termo apenas PODE indicar!

Sim, porque já existem várias marcas que entenderam o poder do ZERO como fator de venda e o utilizam de maneira no mínimo suspeita.

Exemplo:

Hoje em dia, muitos produtos contêm ZERO açúcar, porém contêm adoçantes como sucralose e maltitol.

E você sabe o que são sucralose e maltitol?

Provavelmente, não. E as marcas que estão comercializando estes ingredientes em seus produtos também não estão interessadas em explicá-los. Basta analisar seus rótulos.

Muitos clientes não querem substituir um aditivo por outro, um açúcar por outro, apenas querem o sabor natural dos ingredientes, sem falsos ZEROS.

Se você faz parte deste grupo, acesse www.biopora.com e veja porque a Bioporã é uma exceção na indústria de alimentos.

ZERO aditivos artificiais, ZERO coadjuvantes de tecnologia, ZERO sucralose, ZERO maltitol, ZERO todo e qualquer ingrediente que desrespeite a capacidade crítica e a inteligência dos consumidores.

Alimento de verdade, com sabor e características verdadeiras, feito por pessoas que se preocupam de verdade com a forma com a qual a indústria alimentícia trata os alimentos.